Aneel autoriza novo reajuste na conta luz

aneel- aumenta-conta-de-luz
Prepare o bolso

O que já estava caro pode salgar ainda mais o bolso do brasileiro. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou, nessa terça (24), que a bandeira vermelha, patamar 2, suba dos atuais R$3,50 para R$5. Um aumento de quase 43%.

Conforme a proposta, o valor da bandeira amarela cai de R$ 2 para R$ 1, a cada 100 kWh consumidos e frações. A vermelha, no patamar 1, mantém-se em R$3, também a cada 100 kWh.

A revisão dos valores deve passar por consulta pública, mas se aprovada, a nova tarifa já vai vigorar em novembro. A cor da bandeira de novembro deve ser divulgada pela Aneel na próxima sexta (27).

Bandeiras da Aneel

aneel-aumenta-preco-bandeiras
Rede dos preços altos

As bandeiras incidem na conta de luz sempre que as termelétricas são ligadas, que têm custo maior de produção do que as hidrelétricas, predominantes no Brasil.

Especialista de estudos econômicos e doutorando em Planejamento Energético pela UFRJ, o são-tiaguense Samuel Vieira explica que o planejamento da expansão geradora de energia elétrica no Brasil é muito complexo.

Isso porque o país trabalha com incertezas, já que prevalece a produção de energia a partir de fontes renováveis, como a água. Mas essas fontes podem variar conforme as condições climáticas.

“A princípio a solução seria instalar mais térmicas, ou diversificar o número de fontes (eólica, térmica, solar), mas isso traz um custo, que pode ser ainda maior, tanto econômica quanto ambientalmente”, avalia Vieira.

A Aneel reitera. Para a Agência, a culpa pelo preço mais caro é de São Pedro. Em setembro, o volume de chuvas foi abaixo da média. Insuficiente para abastecer os reservatórios das hidrelétricas e responsável pelo acionamento das térmicas.

Existem três bandeiras tarifárias, com os atuais valores: a verde (sem custos adicionais), a amarela (R$2 a mais por 100 KWh consumidos) e a vermelha, com dois patamares (1: R$3 e 2: R$3,50).

Conforme noticiou o Trem de Ler, a Aneel acionou a bandeira vermelha, patamar 2, no início de outubro. Desde que a passou a ter dois patamares, em janeiro de 2016, esta é a primeira vez que as contas de luz vêm com a bandeira vermelha no nível 2.

Um comentário em “Aneel autoriza novo reajuste na conta luz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *