São Tiago realiza Conferência Municipal de Educação

conferencia-municipal-educacao-sao-tiago-mg
Debate a favor da Educação

A Conferência Municipal de Educação de São Tiago reuniu profissionais da área, estudantes e sociedade civil em torno de reflexões e debates sobre o setor educacional em todo o município. A assembleia foi realizada durante toda essa terça-feira (14).

Com caráter territorial, a Conferência promove a interlocução entre atores de Escolas estaduais, municipais e particulares, em todos os níveis de ensino. A etapa são-tiaguense da assembleia será seguida de mais três encontros, territorial, estadual e nacional.

A convenção foi regida pelo tema “A Construção do Sistema Integrado de Educação Pública de Minas Gerais e a Implementação dos Planos de Educação”. A partir desse mote, foram debatidos pelos participantes nove eixos temáticos que abrangem vários pontos da área educacional.

conferencia-municipal-educacao-sao-tiago-mg
Estudantes marcaram presença

Destaque para política nacional. Os presentes manifestaram repúdio à Emenda Constitucional 95 que congela o teto dos gastos com políticas públicas por 20 anos. Os conferencistas ainda condenaram a corrupção, prática que impede que as verbas cheguem aos municípios brasileiros.

A Conferência é organizada por equipe técnica que envolve Conselho e Secretaria Municipais de Educação, Escolas e representantes da sociedade civil. Para a secretária Municipal de Educação, Maria da Conceição Silva Mata, um diálogo que perpassa toda a sociedade.

“É um encontro de muita relevância, pois ajuda a diagnosticar e planejar a Educação em todo o município. Ao reunir Escolas estaduais, municipais e particulares, conseguimos traçar metas para o bem comum da Educação, que é interesse de todos”, enfatiza a secretária.

Plano de Educação

conferencia-municipal-educacao-sao-tiago-mg
Estratégias e metas

À tarde, foi a vez da Audiência Pública sobre o Plano Municipal de Educação (PME). Ele traça estratégias e metas que contemplam todas as Escolas existentes no território de São Tiago.

A partir da análise do que foi feito no biênio de 2015-2017, a plenária pode revisar pontos do PME. Mas para ser reelaborado ele deve ser factível com os contextos educacional, financeiro e social da União, Estado e Município.

Entre os destaques do PME estão construções e reformas de Escolas, auxílio-transporte para estudantes universitários, valorização dos profissionais com formação continuada, pagamento de piso nacional e atualização de plano de carreira.

Todos esses itens são levados em conta para a melhoria da Educação oferecida à sociedade. O PME é analisado de dois em dois anos e elaborado uma vez a cada 10 anos.

trem-de-ler

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *