Feriado de finados também é dia de prevenção ao Aedes agypti

Sobre os túmulos, vários vasos de flores que podem acumular água. Pronto, a homenagem aos mortos pode gerar criatórios de mosquito que transmite Dengue, Chikungunya e Zika  

Vasos de flores e outros objeto podem acumular água e virar criatório do Aedes (Elza Fiúza/Agência Brasil)
Vasos de flores e outros objeto podem acumular água e virar criatório do Aedes (Elza Fiúza/Agência Brasil)

O feriado de finados (02) é dia de render homenagens àqueles que já se foram. Mas a data também aciona o alerta de prevenção contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor de Dengue, Chikungunya e Zika Vírus.

Isso porque muitas pessoas, ao visitarem cemitérios, levam vasos de flores ou objetos que são colocados sobre os túmulos e que podem acumular água. Ambiente perfeito para produzir criatórios do mosquito.

Em São João del-Rei, o programa de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde realiza campanha preventiva no ferido desta quarta-feira. Vai distribuir panfletos educativos sobre medidas de combate ao mosquito nos cemitérios da cidade.

Entre as medidas estão:

Optar por vasos com as flores plantadas na terra;

Não deixar pratos embaixo dos vasos;

Retirar as embalagens que envolvam os vasos;

Não utilizar plantas que acumulem água nas folhas, como as bromélias;

Não deixar sobre o jazigo nenhum outro objeto que possa acumular água.    

Segundo boletim do Ministério da Saúde, de janeiro até setembro deste ano, foram registrados 1.438.624 casos de dengue, 236.287 de Febre de Chikungunya e 200.465  de Zika Vírus no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *