Morro do Ferro e do Conhecimento

feira-de-ciencias-mostra-cultural-morro-do-ferro-mg
Cortejo levou comunidade para a Escola (Fotos/E.E.São João Batista)

Ao som da Lira Batistana, um cortejo com alunos da Escola Estadual São João Batista convidou moradores de Morro do Ferro para a Feira de Ciências e Mostra Cultural 2017, realizadas no último sábado (28).

Pelas ruas do distrito de Oliveira, a passeata abriu o evento que trouxe como tema: “A diferença nos enriquece… O respeito nos une”. Ao longo do trajeto, a comunidade se juntou aos alunos e, logo, a São João Batista estava lotada.

“A comunidade batistana tem a Escola como referência. Por isso, contamos com uma grande visitação não só na Feira, mas em todos os eventos promovidos. Além dos pais, demais familiares e pessoas que representam a comunidade comparecem para valorizar nosso trabalho”, afirma a diretora do colégio, Paula Silveira Leão.

feira-de-ciencias-mostra-cultural-morro-do-ferro-mg
Guardiões da memória

Não por acaso os visitantes da Feira de Ciências e Mostra Cultural foram recebidos com um teatro que dialoga com o cotidiano do distrito.

Em Morro do Ferro, um Pássaro Preto voa livre e visita rotineiramente os moradores. Ele recebeu até um nome, todos os chamam de Chico.

Na Escola, a peça “A menina e o Pássaro Encantado” trouxe a reflexão da liberdade.

“O Pássaro sempre visitava a menina e contava histórias dos locais por onde tinha passado. Um dia, a menina prendeu a ave, que ficou muito triste. A jovem descobriu que sem liberdade não há saudade, daí o amor vai embora”, explica a professora Valéria Caputo de Castro, que montou o espetáculo com alunos do 4º ano.

A Mostra Cultural ainda trouxe a “3ª Exposição de Objetos Antigos e Fotografias de Morro do Ferro”, uma oportunidade para o visitantes mais novos conhecerem o passado e contribuírem para a salvaguarda da memória local.

Morro de Ciências

feira-de-ciencias-mostra-cultural-morro-do-ferro-mg
Fogo dança ao sabor da música

Alunos e professores da São João Batista trabalharam pesado nos projetos científicos revelados para o público. Teve orientação sobre câncer de mama, tubo de Rubens, verificação de tipo sanguíneo, como enxergar a própria voz, Quinta ecológica. Ao todo, mais de 30 experimentos.

Quem esteve presente, aprovou. Exemplo disso é lavradora Renata Santos. “O que mais me chamou a atenção é o trabalho do aluno do 7º ano, José Luís Netto. Fiquei impressionada com os desenhos que ele cria na hora, tudo à mão livre”, ressalta.

Já o auxiliar de expedição, Wagner Miguel dos Reis, destacou que que “o evento é muito interessante, pois mostra a criatividade dos alunos por meio dos trabalhos apresentados”. Wagner ficou maravilhado com um experimento de gerador de energia.

O equipamento é ligado diretamente na eletricidade, mas a energia é duplicada ao passar pelo gerador. Outro experimento que agradou ao público foi o Tubo de Rubens, labaredas de fogo dançam ao ritmo do som a partir de um auto-falante colocado próximo ao tubo.

feira-de-ciencias-mostra-cultural-morro-do-ferro-mg
Experimentos surpreenderam comunidade

Professor de Geografia, João Eduardo Santos Ribeiro sinaliza que a Feira é uma forma de materializar o conhecimento teórico aprendido pelos alunos. “A Feira é o motor para o estudante mostrar na prática aquilo que ele aprendeu. Com isso, surgem novas ideias para o aprendizado”, avalia.

Aluno do 8º ano, Breno Ferreira Barros concorda com o professor. “Gostei de ver o gerador de energia, que é interessante e criativo”. Já a estudante da 1º ano do Ensino Médio, Ana Cecília Vieira, apreciou “a dieta detox, porque mostra os benefícios de uma alimentação saudável”, comenta.

Para a diretora, a Feira e a Mostra é uma troca de conhecimentos. “Elas representam estímulo, motivação, desenvolvimento, dedicação. Através delas, nossos alunos mostram o que a gente busca todos os dias na educação, o interesse pela aprendizagem. E além de aprender, eles nos ensinam muito com a criatividade de cada trabalho”, arremata Paula.

Este slideshow necessita de JavaScript.

presos-com-grande-quantidade-de dorgas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *