Rodovias viram pista de corrida no feriado de Natal

rodovias-acidentes-mortes-natal
Velocidade máxima

As rodovias federais do Brasil parecem o cenário de uma disputa de Fórmula 1. É o que indica os dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgados nessa terça-feira (26). Entre os dias 22 e 25, foram 34.487 flagrantes de excesso de velocidade em todo o país.

O número de mortes nas estradas chegou a 79. Uma queda de 30% quando comparado a 2016. Naquele ano, no mesmo período, foram 113 óbitos. Em 2017, o feriadão teve um dia a mais, já que o Natal caiu numa segunda-feira.

A PRF contabilizou 1.352 acidentes este ano. Desses, 252 foram graves, quando ocorre, pelo menos, um óbito ou um ferido gravemente. Esses acidentes resultaram em 1.320 feridos.

No período natalino, a PRF ainda registrou 3.539 motoristas realizando ultrapassagens irregulares. Outros 1.418 condutores foram flagrados sem cinto de segurança e 278 trafegando com crianças sem cadeirinha. A PRF também emitiu 232 multas para motociclistas sem capacete.

Álcool nas rodovias

rodovias-acidentes-mortes-natal
Combustível errado

Durante a chamada Operação Rodovida, a PRF também focou a alcoolemia ao volante. Durante os quatro dias, foram 627 autos de infração para motoristas que dirigiram após ingerir bebida alcoólica. Os policiais rodoviários realizaram 19.358 testes de etilômetro (bafômetro).

Vale lembrar que foi sancionada nova lei para motoristas que dirigem sob efeito de álcool ou outras substâncias psicoativas no último dia 20.

Se esses condutores cometerem homicídio ou causarem lesão grave ou gravíssima, terão pena de reclusão e não mais detenção.

No caso da detenção, as medidas são, em geral, cumpridas no regime aberto ou semiaberto. A reclusão é a mais severa entre as penas privativas de liberdade, já que é destinada a crimes dolosos – quando há intenção de matar.

Rodovida

rodovias-acidentes-mortes-natal
Prudência é garantia de segurança

Criada em 2011, a Operação Rodovida acontece em período de maior fluxo rodoviário (comemorações de final de ano, férias escolares de janeiro e Carnaval) com aumento de fluxo de veículos em praticamente todas as regiões do Brasil.

A Rodovida prioriza ações integradas e simultâneas entre diversas agências de fiscalização. O objetivo é enfrentar a violência no trânsito e reduzir custos sociais decorrentes dessas ocorrências.

A operação segue até 18 de fevereiro e abrange o período das férias escolares, festas de Natal, Ano Novo e Carnaval, feriados marcados pelo aumento no fluxo de veículos e de passageiros.

trem-de-ler

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *