Superlua pode encher o céu na primeira noite do ano

superlua-primeira-noite-2018
Agora, é rezar para São Pedro

O fenômeno da superlua presenteia os amantes de astronomia na primeira noite de 2018. Às 19h54, acontece o chamado perigeu. Ponto em que a órbita lunar vai estar mais perto da Terra, a cerca de 356,5 mil quilômetros do planeta.

No entanto, o clímax do espetáculo é um pouco mais tarde, à 0h24 desta terça-feira (02). Quando todo o lado claro do satélite reflete a luz do Sol e começa a fase da Lua Cheia.

Nesse momento, a Lua estará um pouco mais longe, a 356,8 mil quilômetros da Terra. Mesmo assim, a combinação entre proximidade do satélite e a fase cheia criam a superlua.

Momento em que o corpo celeste aparece até 14% maior e 30% mais brilhante do que uma Lua normal.

Trilogia da superlua

superlua-primeira-noite-2018
Superlua vista da torre do repetidor em São Tiago

A Nasa batizou o fenômeno como “Trilogia da Superlua”. É que num período de menos de 90 dias o espetáculo enche o céu por três vezes. A primeira foi dia 03 de dezembro, a segunda hoje (1º) e a terceira vez, será em 31 janeiro.

“As superluas são uma ótima oportunidade para as pessoas começarem a olhar para a Lua, não apenas desta vez, mas todas as vezes em que elas tiverem uma chance”, enfatiza o pesquisador da Nasa, Noah Petro.

Agora é torcer para São Pedro mudar o humor. Conforme previsão do tempo, a nebulosidade entre 19h desta segunda à 01h de terça deve variar entre 72% e 85% em São Tiago.    

trem-de-ler

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *