Trem de Ler está de volta e conta com você

O Trem de Ler agora está monetizado pelo Google. Mas para receber qualquer valor, o jornal precisa de mais visitas e que você, leitor, clique nas propagandas que são exibidas no site

trem de ler
Nossa plataforma ainda não recebeu nada. Por isso, é importante sua visita e cliques nas propagandas

Depois de um hiato de 12 dias sem publicar notícias, o Trem de Ler retoma as atividades. Isso porque, nessa sexta (20), conseguimos monetizar o conteúdo do jornal.

Por isso, já é possível visualizar propagandas no site. Elas são geradas automaticamente pelo Google. Dessa forma, elas podem não representar a linha editorial do Trem de Ler.

Mas, isso é suficiente para cobrir as despesas do jornal? Não! Isso porque o Trem de Ler recebe 68% dessas propagandas. Os outros 32% são do Google.

Embora seja uma fatia razoável, as propagandas só geram receita assim que os anúncios atingirem o mínimo de U$100. Ou seja, antes disso não é possível sacar nada.

Além disso, são os anunciantes que definem o quanto querem pagar pelas propagandas. Essa informação não é repassada ao Trem de Ler. Sabe-se, porém, que os anunciantes podem pagar menos de R$1,00.

Como assim?

trem de ler
Nossa plataforma de monetização

O Google faz uma espécie de leilão para vender os espaços que cedemos. As empresas disputam os lotes e arrematam esses espaços publicitários.

Suponhamos que a empresa ganhadora pague R$1,00. Para receber os 68%, são necessários, pelo menos, mil visualizações de página para que seja creditado na conta do Trem de Ler a porcentagem determinada pelo Google.

Ou seja, se a empresa pagar R$1,00 pelo anúncio exibido no jornal, iremos receber R$0,68. Mas, considerando, que o pagamento é em dólar, só poderíamos contabilizar, de fato, R$0,68 quando a monetização atingir R$5,42, em virtude do câmbio.

Assim, é muito longo – meses – o caminho para que o Trem de Ler gere alguma receita. Já que, o mínimo, como dissemos, para qualquer saque é de US$100 ou R$542,68, considerando o câmbio dessa sexta (20).

Para ser mais exato, seriam necessárias pouco mais de 798 mil visualizações para podermos fazer a primeira retirada de R$542,68. Pelo número de visitas em julho passado, a estimativa é que receberíamos o primeiro pagamento em 72 meses ou em seis anos.

Trem de Ler precisa de você

Esse tempo pode ser menor. Ao clicar em uma propaganda, o Google paga os 68%. Com isso, a monetização pode alavancar um pouco mais. Mas isso depende do comportamento do leitor.

Assim, ao encerrar a leitura clique em alguma propaganda para que possamos tentar subsistir. Não custa nada para você, mas para o Trem de Ler faz toda a diferença!

E se quiser, doe um Pix pra gente de qualquer valor. Em breve, iremos implantar um sistema de assinatura mensal, para que o jornal consiga se manter no ar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enviar mensagem