Tribunal Superior Eleitoral afasta prefeito de Ibituruna do cargo

tribunal-afasta-prefeito-ibituruna
Prefeito deve se afastar do cargo

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou o indeferimento do registro de candidatura do prefeito de Ibituruna, Francisco Antônio Pereira, o Chico (PP), e da vice, Marli Aparecida de Oliveira, a Liquinha (PSDB). A informação foi publicada nessa segunda-feira (27).

Segundo a Assessoria de Comunicação (Ascom) do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE), o TSE “determinou o afastamento do cargo” para a chapa majoritária que ganhou as eleições em Ibituruna, em 2016. O município tem 2.551 eleitores e fica a 67 quilômetros de São Tiago.

Pereira teve o seu registro de candidatura indeferido pelo juiz eleitoral local e pelo TRE-MG em 2016. Mas ele recorreu ao TSE e obteve liminar, em dezembro passado, para que pudesse ser diplomado e tomar posse até que o seu recurso fosse julgado, informou a Ascom do TRE-MG.

Com a confirmação do indeferimento, a liminar foi revogada e determinada a saída de Pereira do cargo. O processo está com o juiz eleitoral de Bom Sucesso (responsável pelo município de Ibituruna).

Segundo a Ascom do TRE, o magistrado “deverá mandar intimar o presidente da Câmara Municipal para que assuma provisoriamente o executivo, até que novas eleições sejam realizadas. Elas ainda serão marcadas pelo TER-MG, para o ano de 2018”.

O TREM DE LER entrou em contato, por telefone, com a Prefeitura de Ibituruna. A Assessoria do prefeito informou que ainda não foi notificada oficialmente sobre a decisão e só vai se pronunciar depois que for comunicada.

trem-de-ler

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *