Escolas de São Tiago continuam com ensino remoto

Embora Estado tenha liberado retorno nas ondas amarela e verde e sinalize volta na faixa vermelha, decretos Municipais determinam continuidade do ensino remoto

A Administração Municipal publicou, nesta terça (29), dois decretos que estabelecem a permanência do ensino remoto em São Tiago. O primeiro deles prorroga o estado de calamidade pública causado pela covid-19 até 31 de dezembro deste ano.

A partir da prorrogação do estado de calamidade, a Administração publicou outro decreto que determina a continuidade do ensino remoto. As medidas valem para todos os níveis de ensino.

Elas também se aplicam às redes estaduais e particulares. Já que o Município tem competência para definir assuntos locais quando decretado estado de calamidade.  

Apesar do governo do Estado ter liberado o retorno de aulas presenciais em municípios que estão nas ondas amarela e verde do Programa Minas Consciente e sinalizar possível volta daqueles que estão na onda vermelha, em São Tiago ainda não há previsão da retomada das escolas. 

A secretária Municipal de Educação, Elizabeth dos Santos, considera que este ainda não é o momento de retorno. Isso porque os índices de transmissão do coronavírus no município continuam elevados, o que não garante a segurança aos alunos e profissionais das escolas.

“Os profissionais da Educação ainda não receberam a segunda dose da vacina contra a covid, o que coloca em risco todos que estiverem dentro das escolas. Ainda enfrentamos um cenário crítico da pandemia para fazer essa retomada”, completa a secretária.

Modelo híbrido

Elizabeth considera o modelo híbrido como uma alternativa para o retorno gradual dos estudantes, mas quando os índices de contaminação estiverem controlados, sem colocar em risco a saúde de profissionais de Educação e de estudantes.

“Neste momento da pandemia, considerando o espaço das salas de aula e o número de alunos, com o ensino híbrido, algumas turmas precisariam ser divididas em até quatro grupos de estudantes. Na rede municipal, isso faria com que os alunos fossem às escolas uma vez por semana”, calcula a secretária. 

No entanto, Elizabeth pondera que é legítima a preocupação de pais e responsáveis com a defasagem escolar que a covid pode gerar. Mas a secretária acredita que esse problema será contornado quando todos puderem voltar, com segurança, às escolas.

“Nós entendemos a angústia de pais e familiares sobre o prejuízo pedagógico causado pela pandemia. Mas quando as escolas retornarem, todos os profissionais estarão comprometidos em minimizar os impactos causados pela pandemia na formação dos estudantes”, salienta a secretária.

O Trem de Ler tentou contato com representantes de escolas estaduais de São Tiago para ouvi-los sobre o decreto municipal. Mas, até o fechamento desta matéria, às 18h24, não obteve êxito.  

One thought on “Escolas de São Tiago continuam com ensino remoto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enviar mensagem