Frio intenso afasta doadores de sangue, diz Hemominas

O período mais frio do ano é o que também registra menos doações de sangue. Por isso, Hemominas reforça chamado a doadores, especialmente do tipo O negativo

frio
Na baixa por causa do frio

O frio intenso do mês de julho é um dos principais motivos para a queda nos bancos de sangue. Por isso, a Fundação Hemominas convoca doadores aos centros de coleta espalhados por todo o estado.

O Hemonúcleo de São João del-Rei, que faz parte da rede Hemominas, também padece com a redução de doadores. Na semana passada, o Trem de Ler noticiou que a unidade regional estava com estoque crítico.

Por isso, o Hemonúcleo criou uma estratégia para driblar a ausência dos doadores. No terceiro sábado de cada mês, a unidade são-joanense faz coletas extras para compensar a queda nas doações.

Embora da redução atinja os estoques de todos os tipos sanguíneos, o que mais preocupa o Hemominas é a diminuição do O negativo. Com declínio de 45% em toda a rede.

Pessoas com sangue O negativo são consideradas doadoras universais. Ou seja, podem doar para qualquer outro tipo. Por isso, esse grupo sanguíneo é o mais utilizado em situações de urgência e emergência.

Para fazer a doação, as pessoas devem realizar agendamento no próprio site do Hemominas ou por meio do aplicativo MG App – Cidadão.

Entre os critérios para ser doador, é necessário estar em boas condições de saúde, ter entre 16 e 69 anos, mais de 50 quilos, estar alimentado no momento da doação e apresentar documento original com foto.

Além do frio, covid

frio
Covid é outro entrave aos bancos de sangue

A queda nos bancos de sangue, além do frio, também é causada pela pandemia do coronavírus.

Pessoas que tiveram a doença ou que apresentem síndrome gripal, mesmo que leve, ficam inelegíveis para doação por um mês.

Já aqueles que tiveram contatos positivos, mas não desenvolveram a doença, devem esperar duas semanas para fazerem a doação.

As vacinas contra a covid também afastam os doadores. Isso porque, para cada imunizante, há um tempo de espera:

CoronoVac: 48h

AstraZeneca: 7 dias

Pfizer: 7 dias

Janssen: 7 dias

Sputnik V: 7 dias

Covaxin: 48h

Moderna: 7 dias

No caso da vacina contra a gripe, o prazo de espera para doação de sangue é de 48h após a aplicação do imunizante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enviar mensagem